Noticias da Hora

Justiça converte para preventiva prisão de médico que estuprou grávida


O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra teve sua prisão convertida de flagrante para preventiva nesta terça-feira (12), informou o portal g1. Ele foi preso por estuprar uma mulher que estava sedada durante o parto.

Na audiência de custódia realizada na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio de Janeiro, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que Giovanni será encaminhado para o presídio Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu 8), no Complexo de Gericinó, onde ficará sozinho em uma cela.

Nenhum comentário