Salvador: Vereadora Ana Rita Tavares promove Seminário Consciência Animal

A vereadora Ana Rita Tavares promove o Seminário Consciência Animal, Políticas Públicas e o Dever do Estado, no dia 25 de setembro de 2018, terça-feira, às 19 h, no Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador (ao lado da Prefeitura).

O evento irá reunir defensores e protetores a fim de fortalecer ainda mais a causa em prol dos animais.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo






Mais informações com o Sr. Carlos Ferrer 71 991989116

Acusada de apoiar Bolsonaro, Anitta faz desabafo sobre política


Não sou obrigada a fazer campanha política pra ninguém por eu ser uma pessoa pública', disse

A cantora Anitta voltou a ser criticada nas redes sociais. Tudo começou após a funkeira seguir uma amiga que, declaradamente, apoia Jair Bolsonaro, candidato à presidência que é acusado de homofobia e misoginia. No Twitter, internautas disseram que a atitude da artista foi incoerente.
"Anitta, você apoia o homem que quer matar seu público?", questionou um perfil. A mensagem foi apagada após a repercussão. Com tantas mensagens negativas e até mutirões na internet, com direito a hastag #AnittaIsOverParty, a carioca decidiu se pronunciar e fez um longo desabafo no stories, no Instagram. Confira o que a cantora disse:

"Ontem vim falar sobre uma questão do cyberbullying, quando as pessoas começam com xingamentos, ameaças e massacres na internet com alguém, ou algo, baseadas em suas convicções e verdades. Hoje eu novamente fui atacada, xingada e ameaçada porque eu segui uma amiga que expôs publicamente a sua intenção de voto. Também estão fazendo o mesmo com minha amiga. Conheço ela há mais de sete anos e não gostaria de ter que parar de falar com ela por conta da posição política dela. Então, mais uma vez, eu veio pedir mais amor, de verdade. Sou uma cidadã igual a vocês, trabalho pra caramba, pago meus impostos. Tenho, sim, meu candidato. Como cidadã, fiz meu dever, pesquisei, escolhi dentro do que acredito o meu candidato, mas, assim como vocês, eu tenho o direito de ter o meu voto secreto e não quero dar minha posição política. Não é porque eu sou artista e tenho uma vida pública, que eu sou obrigada a dizer qual é o meu voto e que eu devo receber ameaça ou xingamento por não falar publicamente sobre isso. Não sou obrigada a fazer campanha política pra ninguém por eu ser uma pessoa pública. Acho muito incoerente falar que candidato X é uma coisa, o Y é outra e vir me xingar, me ameaçar, fazer mutirão contra mim.

Eu tô aqui no meu canto, fazendo o meu papel, o papel que eu escolhi que é ser cantora e estou exercendo esse papel. Sou uma pessoa que sou a favor do respeito. Respeito as diferenças, respeito para ser respeitada e eu estou me sentindo muito desrespeitada por não poder um direito que é meu. A coisa que mais falo é o respeito, sou feminista, respeito a sexualidade. Essa sou eu como pessoa e todo mundo me conhece. Respeito a diferença de pensamentos, de tudo, porque eu também queria ser respeitada. Além de amor e respeito, as pessoas precisam se colocar no lugar do outro. Não é xingando seu familiar, seu amigo ou a qualquer pessoa que pense diferente politicamente de você que você vai conseguir mudar a realidade do nosso país. Não acho que esse seja o caminho. Eu vou sim continuar tendo amigos de esquerda, de direita, do que for que eu respeito a opinião deles. Não gostaria de ser massacrada por pessoas por não deixar de falar com parentes ou amigos que pensem diferentes sobre política de quem quer que seja. Ou ser massacrada por exercer meu direito de não expor o meu voto. Gostaria que todo mundo votasse e tivesse consciência, estudasse e votasse no que acredita que é melhor, dentro da sua crença do que é um pais melhor. Que vocês votem de acordo com isso. Não sou eu que vou conseguir dar esse caminho para vocês, não sou capaz disso. Vamos repensar o que estamos fazendo com o outro. Não adianta nada a gente pedir melhora, respeito, se não é isso que a gente está dando. As coisas que eu acho que são importantes na vida, eu sempre apoio e faço por onde dentro do que eu acredito que seja o meu papel. Respeito as diferenças, igualdade".

Fã de Xuxa reencontra a apresentadora, passa mal e morre

Apresentadora viajou para abrir sua primeira franquia de depilação na Argentina


Uma tragédia marcou a chegada de Xuxa na Argentina no início da noite desta quarta-feira. Um fã que a aguardava no aeroporto de Buenos Aires morreu depois de passar mal ao reencontrar seu ídolo.


"Quando eu deixei de fazer o programa na Argentina, fiquei dias com a carinha de Herna Mondragon na minha cabeça... Sempre que me via era emoção pura ... Hoje na chegada do aeroporto ele se emocionou tanto que passou mal e inacreditavelmente se foi .. é.... Meu seguidor, meu fã e amigo virou anjo ... Meu coração esta apertado por nao poder fazer nada pra tê- lo ao meu lado, desculpe Voy te guardar en mi alma ...", escreveu Xuxa ao postar uma foto ao lado do fã.




A apresentadora, que ainda provoca comoção toda vez que pisa em solo argentino, viajou para abrir sua primeira franquia de depilação por lá. Na década de 90, ela comandou uma programa infantil na Argentina, onde tem muitos fãs até hoje.

Sasha é duramente atacada após fazer post contra Bolsonaro

'Cabeçuda com cara quadrada.
Deixa de ser feia e vá viver na sua bolha', disse um internauta
Sasha foi duramente bombardeada nas redes sociais após fazer uma série de posts se posicionando contra Jair Bolsonaro. No Instagram, ela compartilhou um manual escrito por Lucio Caramori que reflete suas opiniões sobre o perfil e os planos de governo do candidato.









No início do texto, a filha de Xuxa afirma que sua intenção é de ganhar eleitores indecisos e não mudar o voto de quem "age por ódio e não por razão". "Primeiro e mais importante ponto: a luta não é pra mudar a opinião dos bolsonaristas. É para ganhar os indecisos. Desista de mudar o voto de quem age por ódio, e não razão. Melhor mostrar a quem não decidiu ainda o quanto a opção Bolsonaro é um retrocesso perigoso. Por mais absurdo que seja, os comportamentos racista, homofóbico, violento do candidato não me parecem os melhores argumentos contra ele. Infelizmente, existe uma tendência mundial em relevar esses atitudes. O que interessa é segurança, emprego e saúde. O argumento que ele não fez nada pela segurança do Rio de Janeiro em 27 anos de mandato vai ser mais eficaz do que comentar que ele espancaria o próprio filho se fosse gay. Porque ele sempre se vendeu como pulso firme contra a violência e não como defensor de minorias. Bolsonaro é uma ameaça sim, e não acredite em quem diz o contrário. Trump se elegeu por descuido de formadores de opinião que achavam sua candidatura um espetáculo para a mídia. 30% das intenções de voto não é pouca coisa e brasileiro adora prestar atenção em quem está na frente. E uma sugestão valiosa: esqueça a ironia, o sarcasmo. As pessoas entendem isso como prepotência. O que está acontecendo é muito sério e os indecisos precisam entender isso. Deixe para os bolsonaristas a pecha de 'zueiros' e aponte o dedo para eles para falar como essa 'zueira' pode acabar com o país. Outra sugestão: não aponte um outro candidato. Mostre como a preocupação maior é não permitir a eleição de Bolsonaro. Se ele cair no primeiro turno, o segundo será entre duas visões de Brasil. Aí sim, cabe discussão. Bolsonaro não tem visão nenhuma. Bolsonaro precisa ser derrotado no primeiro turno. E precisa cair muito para ter pouca influência no segundo. Acho que ele é a maior ameaça que a nossa democracia já enfrentou nesses 30 anos. E deve ser encarado como tal", diz.

O post, no entanto, causou revolta e rendeu xingamentos à estudante de moda. O namorado de Sasha, Bruno Montaleone, chegou a responder um dos comentários mais debatidos no perfil da estudante, com cerca de 500 respostas.


O post, no entanto, causou revolta e rendeu xingamentos à estudante de moda. O namorado de Sasha, Bruno Montaleone, chegou a responder um dos comentários mais debatidos no perfil da estudante, com cerca de 500 respostas.

Algumas mulheres saíram em defesa de Sasha, argumentando que, mesmo ela morando fora - ela vive em Nova York, onde estuda moda -, ela tem o direito de se expressar politicamente como cidadã brasileira. 

Simaria passa mal, e Simone anuncia pausa nos shows da dupla

Simaria foi diagnosticada e abril com o quadro de tuberculose ganglionar

Resultado de imagem para simaria


A cantora Simone, da dupla com Simaria, se apresentou sozinha no show deste sábado em Santa Catarina e anunciou que vai dar uma pausa nos trabalhos até que a irmã conclua o tratamento contra uma tuberculose ganglionar. Simone informou que Simaria passou mal e teve que voltar ao hospital, em São Paulo, para fazer novos exames.

"Dois meses de tratamento dela. Ela começou a passar muito mal. Nesse momento, ela se encontra fazenda novos exames por conta da doença dela. E por esse motivo, amanhã, domingo, vamos dar uma pausa nos nossos trabalhos, a espera de concluir o tratamento da Simaria", disse Simone, durante o show deste sábado.

Simaria foi diagnosticada e abril com o quadro de tuberculose ganglionar. Na época, a cantora ficou internada por cinco dias no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e teve que ficar afastada do trabalho por 30 dias. A irmã Simone cumpriu a agenda de shows sozinha.

Em novembro de 2017, um diagnóstico de infecção aguda de vias aéreas superiores tirou Simaria dos palcos. A artista ficou em tratamento por aproximadamente um mês e reduziu o número de apresentações no período.



Top Baladas