Orgulhosa, Carla Perez exibe Camilly pronta para baile


Mãe babona compartilhou registro nas redes sociais


A ex-dançarina Carla Perez nunca escondeu que é daquelas mães babonas. Prova disso, mais uma vez, foi a imagem que a loira compartilhou nas redes sociais da filha, Camilly Victória, pronta para seu baile de formatura, nos Estados Unidos.


A jovem tem 16 anos e estuda em Orlando, assim como seu irmão, Victor Alexandre, de 14. "Pronta para o seu Prom minha filha amada, @camillyvictoriacp Orgulho gigante de você Parabéns! Meu Deus, a mais linda!!! AMOOOO!", escreveu Carla.

Em recente entrevista à revista 'Quem', Xanddy falou da alegria de ver a filha concluindo os estudos. "Para a gente é um sonho realizado. Tanto eu, quanto a Carla, somos de origem muito simples. Jamais imaginávamos na vida poder dar uma condição dessa para os nossos filhos, deles poderem estudar fora... Um simples fato de um pai ver um filho se graduar já é maravilhoso. Imagina quando a gente pode fazer um pouco a mais por eles? Eu e a Carla estamos muito orgulhosos por poder dar isso para eles e eles também com certeza valorizam muito o que nós ensinamos e passamos para eles", vibrou.


Thaeme mostra fotos de tentativa de parto normal de 39h

Cantora deu à luz neste fim de semana

A cantora Thaeme deu à luz a sua filha no fim de semana. Nas redes sociais, a artista compartilhou algumas fotos do parto, mostrando seus esforços por 39h para conseguir o nascimento natural. No entanto, Thaeme não obteve a dilatação e precisou se submeter a uma cirurgia cesariana. Liz veio ao mundo pesando 2850kg. Confira imagens:







  • Ibahia

Homem que pilotava avião com Claudia Leitte é preso e cantora fica em estado de choque

Artista estava em uma viagem de aeronave e foi surpreendida com uma equipe da PF

A cantora Claudia Leitte passou por uma situação complicada na última semana. A artista, que está grávida do seu terceiro filho, teve que enfrentar a Polícia Federal. De acordo com informações da coluna Radar, da revista Veja, Claudinha estava fazendo uma viagem de aeronave e, ao pousar no Aeroporto do Galeão, foi surpreendida com uma equipe da PF.
Foto: Reprodução | Instagram

O piloto que conduzia a aeronave PT-LDY, Ernani Luiz Assis Figueiredo Campos, foi preso pelos federais e isso levou a cantora ao choque, pois não esperava que o táxi-aéreo fosse clandestino. Em nota, a assessoria de imprensa de Claudia informou que ela não tem qualquer tipo de relação com o piloto que foi preso.

"Sobre a nota publicada na última edição da revista Veja, na qual a publicação associa o nome de Claudia Leitte ao piloto Ernani Luiz Assis Figueiredo Campos, a assessoria de comunicação da cantora esclarece que a artista não possui qualquer relação com o piloto citado na nota e não compactua com qualquer irregularidade que a empresa tenha cometido", diz o texto enviado pela representante da artista ao iBahia.

Ex-paquita afirma que foi agredida pelo marido após ser traída por ele

Ela alega que descobriu as traições no celular do empresário


A ex-paquita Ana Paula Almeida, de 42 anos, mais conhecida como 'Pituxita', acusa o marido José Roberto Barbosa, 54, de agressão. Segundo ela, a briga teria acontecido após descobrir que ele teria a traído. Ela afirma que descobriu as traições no celular do empresário.
Foto: Reprodução/Internet


A ex-paquita disse ainda, em suas redes sociais, que foi agredida outras vezes - há seis anos, eles se separaram após uma briga. Na ocasião, o empresário teria agredido Ana Paula com um pé de cabra e a expulsado de casa, junto com o filho deles, Davi, de 12 anos.

Por conta disso, ela decidiu filmar a discussão. Foi neste momento que José Roberto teria ficado transtornado e a empurrou com força para pegar o celular de sua mão. Ana Paula diz ter caído no chão e sofrido vários arranhões nos braços e na boca. Com medo, ela teria fugido de casa para procurar ajuda.


De acordo com a assessoria da ex-paquita, ela registrou boletim de ocorrência na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes). A assessoria ainda contou que Ana Paula está fazendo exame de corpo de delito em um Hospital no Rio de Janeiro.

José Roberto desmentiu a versão da ex-paquita e disse que Ana Paula "é totalmente descontrolada, destemperada". Em entrevista a Revista QUEM ele ainda contou que vai entrar com um processo de calúnia e difamação contra a loira.

"Vou relatar tudo na delegacia, na 42ª DP. Não aconteceu nada e tenho provas contra isso. Não sou famoso, tenho que dar satisfação à Justiça. Sou um sujeito homem, trabalhador. E essa pessoa é totalmente descontrolada, destemperada. Vou entrar com um processo de calúnica e difamação contra ela. Agora ela se cortar, se mutilar, eu não vi... Saí correndo para evitar qualquer tipo de problema. Da última vez ela falou que eu a ameaçava de morte. Voltei para ela porque amo o meu filho e tenho pena de ele viver com uma pessoa como ela. A Justiça que vai ter que decidir. Aguardo ansiosamente a polícia apurar os fatos", disse.

IBahia

Curso de Formação de Protetores de animais é realizado em Cruz das Almas



Com iniciativa da ativista Karina Brito e do presidente da Unimais Carlos Ferrer, neste domingo (14) aconteceu na Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, a XI Edição do Curso de Formação de Protetores de Animais.

Ministrado pela "Unimais Bahia", o evento contou com o apoio do presidente da casa legislativa, Renan de Romualdo.



Diversos protetores do Recôncavo participaram do Curso, tendo como palestrantes o Delegado de polícia civil de Salvador Jamal Youssef, a ativista Ana Rita Tavares, a presidente da comissão e defesa dos animais da OAB de Feira de Santana Ticyane Sampaio, advogada Karine Suzart e a veterinária de Castro Alves Dra. Viviane Sá.












O evento contou ainda com a participação do vereador Thiago Chagas.
Via: portal Cruzalmense

Manchas vermelhas na pele do cachorro - o que pode ser?


As doenças de pele em cães são muito comuns e é necessário tomar cuidado com esses problemas. Ao contrário das manchas escuras, que nem sempre são motivo de preocupação, as manchas vermelhas na pele do cachorro são quase sempre um sinal preocupante e que você não deve ignorar.



Imagem: prodoggroomingsupplies.com






Se você detetar algum tipo de alteração de pele no seu cachorro, o veterinário é a melhor solução para descobrir o que se está passando com o seu amigo.

Neste artigo do PeritoAnimal vamos desmitificar manchas vermelhas na pele do cachorro, assim como as possíveis causas, o diagnóstico e o tratamento.
Também lhe pode interessar: Manchas escuras na pele do cachorro



Cachorro com manchas vermelhas


Uma reação inflamatória de pele é sinônimo de vermelhidão, inchaço, e, dependendo do nível de inflamação, podem estar associados outros sintomas como:
Região quente
Região dolorosa ao toque
Comichão
Feridas
Sangramento
Alopecia (perda de pelo)
Nódulos (caroços), bolhas
Caspa
Crostas
Alterações como: perda de apetite, febre, letargia, apatia

Normalmente o cachorro coça, arranha, lambe ou morde a zona afetada e pode originar feridas na pele do cachorro, que são a via de entrada de microrganismos que podem originar infeções secundárias muito graves, além da doença principal de pele já instalada.

Você deve procurar um veterinário e nunca auto-medicar o seu pet, pois vai estar mascarando sintomas e a doença vai continuar, podendo ainda levar as consequências ainda mais graves.


Causas

Alergias (dermatite alérgica)

O tema das alergias em cachorros é muito complexo, porque uma alergia de pele (dermatite alérgica) pode ter muitas causas subjacentes que incluem alergia alimentar, ingestão ou contacto com plantas ou substâncias tóxicas ou dermatite canina por picadas de insetos. Outra possível causa seria uma alergia por contato com algum detergente e nesse caso você observaria manchas vermelhas na barriga do cachorro, que é a zona que toca no chão. As manchas surgem de forma repentina e podem ter várias características e localizações, no enanto é muito comum a pele vermelha com coceira, escamas, alopecia e feridas em cachorro. É importante estabelecer o agente alérgeno para que ele possa ser eliminado e os sintomas desapareçam.
Cicatrizes

Certas cicatrizes cirúrgicas ou de antigos traumatismos podem ter coloração vermelha e textura. Esta situação é normal e se trata apenas de um problema estético, mas em alguns casos podem infetar e, por isso, você deve ir inspecionando a região.
Hemorragia

Uma hemorragia sob a pele também pode originar manchas vermelhas que, com a evolução, se tornam escuras.

Após traumatismos surge um hematoma na pele resultado de uma hemorragia localizada dos vasos sanguíneos da região. Não se preocupe, esta lesão desaparece ao final de algum tempo.
Infeções bacterianas de pele (piodermatites)

São parecidas às alergias e infeções fúngicas, mas, muitas vezes, a pele vermelha têm associado pús e feridas com crostas.
Infeções fúngicas (dermatomicoses)

Estas lesões são altamente contagiosas entre animais e seres humanos. As virilhas, axilas, canal auditivo, órgãos sexuais e espaço interdigital (entre os dedos) são as regiões mais comuns.

Manchas vermelhas ou negras planas muito características com alopecia em redor (perda de pelo) que parecem um pontilhado semelhante a manchas de sujeira. Inicialmente surgem num só local, mas depois se distribuem por todo o corpo se não tratadas a tempo.

Os fungos são seres oportunistas e normalmente surgem quando o sistema imunológico está debilitado. Em primeiro lugar, há que encontrar e tratar o problema primário subjacente que está causando a imunodepressão do animal e só depois é que deve ser aplicado um tratamento tópico que envolve banhos com shampoo e medicamentos orais (em casos mais graves) para eliminação dos fungos.


Inflamação dos vasos sanguíneos (vasculite)

Esta inflamação origina manchas localizadas que podem ir de um tom vermelho-arroxeado a negro. Normalmente o cachorro apresenta comichão, úlceras, inchaço nas pernas e letargia e é muito comum em cães de raça Dachshund, Collie, Pastor alemão e Rottweiler.
Sarna demodécica (sarna negra ou sarna vermelha)

Este tipo de sarna não é contagioso para seres humanos pois ela é o resultado de fatores hereditários, ambientais e da presença de um ácaro chamado Demodex canis, que está normalmente presente na pele e pelo do animal.

Quando o animal está perante fatores externos como stress, mudanças bruscas de ambiente ou alimento, o seu sistema imunológico fica debilitado, o ácaro se aproveita dessa condição e se reproduz descontroladamente, causando esta doença.

É muito comum surgir em filhotes de cachorro, em especial redor dos olhos e rosto apresentando manchas vermelhas e a pele está espessada e escura, por isso também se designa de sarna negra ou vermelha. Leia o nosso artigo completo sobre a sarna demodécica em cães.
Sarna sarcóptica (ou sarna comum)

É causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei, e pode atingir cachorros de qualquer raça e idade.

Esta doença causa coceira intensa na pele do cachorro fazendo com que ele se coce e se lamba muito até provocar feridas. A pele apresenta um tom avermelhado, borbulhas, alopecia e crostas.

Ao contrário da demodécica, a sarna sarcóptica é muito contagiosa para outros animais e seres humanos, bastando o contato direto com o animal afetado.
Tumores de pele

Certos tumores cutâneos podem começar por pequenas alterações da coloração da pele como manchas vermelhas e vão evoluindo para estruturas mais complexas com elevação e alteração da região em redor.

Neste problema é necessário agir rápido para que se possa remover a região ou massa tumoral e tentar garantir que não se espalha pelo resto do corpo (metastiza) e afeta outros órgãos e estruturas.

Diagnóstico


Quando se trata de um problema de pele, o diagnóstico quase nunca é imediato e são necessários alguns dias para o descobrir.

A localização do problema de pele em cachorro pode muitas vezes ajudar no diagnóstico porque algumas doenças têm localizações características. Além disso, é necessário que o tutor forneça uma história detalhada do cachorro e indique:
Idade e raça do animal
Desparasitações
Há quanto tempo está presente este problema e como evoluiu
As épocas em que surge e a região do corpo afetada
Comportamento, se lambe, coça, esfrega ou morde a região, se tem mais apetite ou mais sede
Ambiente, onde vive se tem mais animais em casa
Tratamentos anteriores
Frequência de banhos

Depois dessa abordagem o médico veterinário vai inspecionar o animal, realizar um exame físico e outros exames complementares como citologias e raspagens de pelo e pele, culturas microbianas, análises de sangue e urina ou biópsias (recolha de uma amostra de tecido) e, assim, determinar o diagnóstico.

Tratamento


Para o sucesso do tratamento se deve identificar bem a causa e a doença em questão. Depois do diagnóstico definitivo, o médico veterinário irá sugerir qual o tratamento mais indicado para o caso do animal.

O tratamento das manchas vermelhas na pele do cachorro pode ser:
Tópico (aplicado diretamente no pelo e pele do animal), como shampoos, cremes ou pomadas antimicrobianas ou antiparasitárias para casos de alergias, infestação por parasitas;
Oral em casos infeções generalizadas ou doenças que exijam anti-histamínicos, anti-fúngicos, antibióticos, corticosteroides, hormonas ou antiparasitários orais;
Quimioterapia e remoção cirúrgica em caso de tumores;
Alteração da dieta, caso se trate de alergia alimentar;
Combinação de vários tipos de tratamentos para aumentar a eficácia.


Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Cidade do Recôncavo vive surto de doença contagiosa; 16 crianças são infectadas


Em Salvador, pelo menos 30 casos da doença mão-pé-boca são investigados






A Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) investiga um surto da doença conhecida como mão-pé-boca no município de Nazaré, no Recôncavo, onde pelo menos 16 crianças foram infectadas. Todas elas são alunas de uma creche e já foram afastadas das atividades.

Em Salvador, ao menos 30 casos estão sendo investigados. O número pode variar, já que a doença não tem notificação compulsória.



“É um vírus altamente contagioso, mas não é grave, pois regride espontaneamente. A doença pode acometer os adultos, algo muito raro, mas é normalmente durante a infância, com mais frequência entre os 6 meses e os 3 anos de idade. Não existe vacina. O médico faz uma intervenção de acordo com a sintomatologia”, explica Audacira Teles, coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), unidade da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Sesab.

A doença tem sinais característicos: inicia-se com febre alta que é sucedida (cerca de dois ou três dias depois) por pequenas vesículas com líquido que surgem nas mãos, pés e boca - daí o nome. As bolhas vão se rompendo à medida que a doença evolui.

A transmissão ocorre por via oral/fecal, através do contato direto com secreções (por tosse ou espirro) e com objetos como chupetas, brinquedos ou fezes de crianças infectadas.

Por conta da via de contágio oral, tempos frios são mais propícios para a ocorrência de surtos da doença, já que as crianças costumam ficar mais tempo aglomeradas em um mesmo ambiente.

Segundo Audacira Teles, todas as providências em relação às 16 crianças de Nazaré já foram adotadas. “Elas foram afastadas do convívio com outras crianças de cinco a sete dias, tempo de duração da doença”, afirmou.

Infectado, bebê está com manchas pelas pernas (Foto: Almiro Lopes/CORREIO)


Salvador
Na última sexta-feira (6), Miguel Lago Lemos Santos, de 1 ano e 3 meses, começou a sentir febre. “Achei que era por conta de uma vacina que ele tomou no dia anterior. No domingo, além da febre de 38°, ele apresentava uns caroços na boca, braços e pernas”, conta o pai de Miguel, o jornalista Davi Lemos.

Miguel foi atendido no Hospital Santa Izabel, em Salvador. “Chegando lá, os médicos que o atenderam disseram que se trata de uma epidemia da síndrome mão-pé-boca, causada por um vírus. Ainda segundo a equipe do Santa Izabel, somente anteontem (segunda) foram mais de 30 casos lá. E muita gente está tratando dessa doença como se fosse catapora. Tem a febre, aparecem as bolhas que coçam bastante, mas não é catapora”, disse Davi.

A coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), Audacira Teles, disse que, até o momento, a Sesab não foi informada da situação pelo hospital. “Tomamos conhecimento através da imprensa e determinamos que o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Ciev) de Salvador faça uma investigação”, declarou Audacira.

Município
A coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Ciev), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Cristiane Cardoso, informou que a SMS também não foi informada dos possíveis casos da doença atendidos no Santa Izabel.

“Como não é uma doença de notificação compulsória, ou seja, não está na lista no Ministério da Saúde de comunicação imediata, para que faça parte do sistema de notificação e se possa encadear medidas de vigilância e controle, como a dengue, a gente não tem facilidade para saber dos casos”, explicou.

No entanto, Cristiane faz um alerta. “Já observamos alguns casos no Subúrbio Ferroviário e no distrito de Brotas”, afirmou.

Saiba mais sobre a síndrome

Segundo o médico Roberto Sapolnik, coordenador da pediatria do Hospital São Rafael/Rede D’or, a doença mão-pé-boca é comum. “E quando acontece é em surto ou epidemia, porque a transmissão é muito rápida de uma pessoa para outra, pelas vias respiratórias ou pelo contato direto das mãos, inicialmente com febre e dor de garganta, dificuldade para engolir, porque forma pequenas aftas na faringe e no céu da boca, que se espalham por toda mucosa e posteriormente por pequenas pintas e feridas nas mãos, pés e, às vezes, outras partes do corpo, como coxas, glúteos e troncos”, contou Sapolnik.

Como o quadro não é grave, o tratamento é à base de analgésico simples ou anti-inflamatório. “Pode causar muito incômodo, principalmente por conta da deglutição dolorosa. Às crianças devem ser ofertados alimentos de fácil deglutição, como pudins, purês, sucos, papinhas, de característica neutra, nem muito quente, nem muito frio, nem condimentado. Pode-se usar anestésicos tópicos na cavidade oral em forma de spray antes da alimentação e, como as feridas podem causar coceira durante a cicatrização, pode se utilizar também antialérgico”, declarou Sapolnik.

Quanto à contaminação, o coordenador da pediatria do Hospital São Rafael/Rede D’or disse que ocorre até que as feridas estejam cicatrizadas, ao redor de sete a dez dias, “período em que as crianças devem ser afastadas das atividades escolares”. A doença pode também ser transmitida para os adultos da mesma forma.

Ainda de acordo com ele, os pais devem ficar atentos aos seguintes sinais: desidratação (diminuição do xixi), fraqueza ou sinais de infecção por bactérias das feridas (secreção com pus e vermelhidão intensa e inchaço). “Aos primeiros sintomas deve-se procurar atendimento médico para que as orientações sejam adequadas, evitando-se uso de substâncias pouco efetivas e que podem aumentar o desconforto das crianças”, disse.

Em entrevista, Simone desabafa sobre corpo: 'Minha autoestima está muito baixa'

A relação com os quilinhos a mais tem mexido a cabeça da jurada do The Voice Kids


Durante a coletiva de imprensa para divulgação do DVD 'Aperte o Play', em São Paulo, a cantora Simone, da dupla Simone e Simaria, desabafou sobre a insatisfação com o peso e, admitiu ainda, que a doença de Simaria não 'ligou o alerta' do cuidado com a saúde. "Eu sou muito verdadeira. A doença da Simaria não fez que eu me preocupasse com a minha saúde, não posso mentir. Eu até falava para ela: 'Coma que tu não fica doente, filha'", disse sem muito constrangimento.



Foto: Reprodução/Instagram




Ainda de acordo com a cantora, a relação com os quilinhos a mais tem mexido com sua autoestima. A minha autoestima está muito baixa. Muito baixa. E a Simaria sabe disso. Inclusive hoje mesmo estávamos falando sobre isso. Tem uma moça que trabalha com a gente e já disse que eu sou uma das artistas com o rosto mais lindo que ela já viu. Uma das poucas pessoas que pode tirar foto sem maquiagem porque sou muito bonita. Mas não falou do corpo, ela esqueceu", revelou.



Em outro momento, a cantora revelou que recebe cobrança da mãe sobre o corpo. "Minha mãe fala: 'bicha gorda feia. Toma vergonha na sua cara e vá emagrecer. Quem é a mãe que não fala para o filho? Fala. Só não pode falr mais é na internet. Porque tudo aí é bullynig. Mas a mãe da gente fala, né?", concluiu.



A meta de Simone é poder voltar as roupas tamanho 36 que tem em casa. "Eu resolvi cuidar da minha saúde e vou tentar mais uma vez. Fazia um tempo que estou tentando emagrecer e espero, em nome de Jesus, que dê certo essa vez. Porque eu quero botar um fio dental", brincou.

Ibahia

ATENÇÃO CRUZ DAS ALMAS E REGIÃO! Seja um protetor de animais.

A União de Entidades Protetoras dos Animais da Bahia (UNIMAIS) realizará no dia 14 de abril de 2019 a XI edição do Curso de Formação de Oficiais da Proteção Animal. Instrumento básico para instrumentalizar ativistas da causa Animal, membros de ONGs, protetores, acadêmicos e todos os interessados. Tendo conhecimento, teremos poder para cobrar e dar um alerta aos gestores públicos sobre a importância da implantação de políticas públicas de atenção aos animais no município.



Principais temas abordados: *Procedimentos policiais e judiciais em caso de maus-tratos a animais;
*Resgate de animais à luz do direito;
*Saúde única com vistas na população, visão apropriada do novo gestor público; *A condição jurídica dos animais como sujeitos de direito; *Políticas Publicas de Atenção aos Animais
* Legislação Ambiental.

Contagem regressiva!!!
Não percam essa chance!!!! 


PRÉ-INSCRIÇÃO VIA LINK: https://goo.gl/forms/Cm0S5Zztvr2citsQ2
Preencha o formulário de inscrição, envie-nos preenchido, sua inscrição será efetivada.
Todos os participantes terão o direito a Certificado. Avise aos seus amigos e venha conosco se integrar ao exército de Protetores de animais!
https://www.instagram.com/p/BvP7V8YHoMl/…

Biografia de Anitta narra visitas da cantora em terreiro: 'Lava banheiro e varre chão'

Segundo Leo Dias, a Poderosa frequenta há alguns anos um terreiro na região metropolitana do Rio, onde é vista de forma simples
Uma parte do livro "Furacão Anitta", biografia não autorizada da cantora escrita pelo jornalista Leo Dias, fala sobre a religião da artista e a devoção que ela tem ao Candomblé. Segundo o autor, a Poderosa frequenta há alguns anos um terreiro na região metropolitana do Rio, onde é vista de forma simples, descalça e exercendo atividades como lavar banheiro e varrer o chão.
Foto: Reprodução | Instagram


"Quando ela vai lá, só ficam pessoas que têm relação direta com o lugar. Tudo para dar tranquilidade e privacidade à cantora, que lá, não se parece em nada com a superstar que aparece nos clipes e programas de TV. Durante o tempo em que fica imersa em sua experiência religiosa, Anitta é vista descalças, de roupas brancas, fazendo atividades comuns no local, como lavar o banheiro, varrer o chão e cuidar da mesa e refeições. No terreiro, tem contato permanente com a vida simples de que tanto gosta. (...) "Quando ela vai, ela se entrega totalmente .(...) O local, muito discreto, acabou se torando um refúgio para a cantora, especialmente nos momentos de maior estresse físico e mental", diz um trecho da obra.

Leo Dias conta que o terreiro também é frequentado pelo pai e o irmão da cantora, que, por conta da dedicação, já são considerados pai e filho de santo, respectivamente. Já Anitta, segundo o autor, tem uma posição privilegiada no candomblé:

"Ela foi 'abençoada'. Funciona assim: no candomblé, existem as chamadas Ekedi, que são como zeladoras dos orixás e têm posições privilegiada no terreiro. E isso é herdado, como um dom, a pessoa nasce assim. E, desde o seu primeiro jogo, Pai Sergio (o pai de Santo, grande confidente, ombro amigo e orientador da cantora) identificou com Ekedi, um ser elevado e espiritual".

O autor narra que a cantora passou a seguir fielmente os dogmas do candomblé após passar por uma das maiores crises financeiras da sua vida, no início da carreira.

"Após ser colocada na geladeira pela Furacão 2000 (empresa que cuidava da carreira dela na época), o pai estava desempregado e a mãe ainda costurava bolsinhas que valiam centavos. A quem apelar? Só restava mesmo a religião. E o que parceria impossível aconteceu. Mesmo boicotada (pela Furacão), ela emplacou dois hits: 'Menina máe' e 'Meiga e abusada'. Anitta entendeu perfeitamente o sinal e, desde então, passou a seguir fielmente seus dogmas".


Segundo a obra, Pai Sergio passou então a ser um grande confidente, ombro amigo e orientador da cantora. "Ele é um dos primeiros a ouvir um desabafo sobre qualquer problema, seja profissional ou pessoal. Anitta confia tanto nele que pede orientação sobre quase tudo em sua vida".

O livro afirma que a cantora segue todas as orientações do seu Pai de santo, como se casar na Amazônia com Thiago Magalhães. "Os orixás do candomblé representam a forças da natureza".

Num vídeo publicado no stories do Instagram na última sexta-feira, Anitta comentou sobre sua religião ter sido citada no livro que acaba de chegar às bancas.


"Pedi que ele (o autor) estudasse sobre a minha religião para que não falasse besteira. Vou ler direitinho para ver como saiu, mas o pedacinho que eu li, eu vi que ele está falando de uma maneira bem bonita", disse ela.