Noticias da Hora

Mulher que ostentava luxo nas redes é presa suspeita de 'herdar' facção


Uma ação conjunta das forças de segurança pública da Bahia e do Ceará prendeu ontem Jéssica Andrade da Silva, 28, em Salvador. A mulher era procurada suspeita de chefiar uma facção responsável por diversos crimes em Fortaleza e no interior cearense. Ela teria "herdado" o grupo do ex-marido, hoje preso.

De acordo com o Coin (Coordenação de Inteligência) da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Ceará, Jessica estava com mandado de prisão preventiva em aberto, mas costumava ostentar nas redes sociais ao seu círculo restrito de 246 seguidores, publicando viagens a diversos lugares do país e no exterior.

"[Ela] ostentava uma vida de luxo nas redes sociais de luxo e muita ostentação. Quem acompanhava o dia a dia de Jéssica Andrade da Silva nas redes sociais não tinha ideia das atividades ilícitas que ela participava", disse a SSP, em nota ao UOL.


Em fotos obtidas pelo UOL, Jéssica aparece com roupas de banhos em lanchas, sendo que em uma, a líder de facção marca como localização Punta Cana, na República Dominicana. Em outra, a mulher está dentro de uma aeronave e marca o Aeroclube de Canela, no Rio Grande do Sul.

Jéssica continua presa em Salvador. De acordo com a SSP do Ceará, são realizadas tratativas para que a mulher retorne ao estado para cumprir a prisão preventiva. O órgão não soube informar se ela já constituiu advogado de defesa e, portanto, não foi possível ouvir sua versão.

Dos processos públicos contra Jéssica e disponíveis para consulta, ela aparece como ré por uso de documentos falsos em dois casos, sendo um no TJCE (Tribunal de Justiça do Ceará) e no TJGO (Tribunal de Justiça de Goiás), mas em ambos, a acusada não constituiu defesa.

Jéssica 'herdou' facção do marido
Segundo a SSP do Ceará, Jéssica Andrade era companheira de Vicente Antônio de Freitas Filho, conhecido como "Vicente Peru", de 36 anos.

Nenhum comentário