Noticias da Hora

Encontrou um animal abandonado, e não sabe o que fazer?


Não existe um local que aceite animais, as ONGs estão cheias.

Portanto se você encontrar um animal abandonado, faça sua parte como amigo dos animais: resgate, cuide e promova a adoção você mesmo. Se cada um fizer por um, o mundo fica melhor!


Resultado de imagem para animal abandonado

Aqui vão algumas orientações.

1. Aja rápido, isso pode salvar a vida do animal
Certifique-se de que ele não esteja perdido: pergunte na vizinhança, divulgue em suas redes sociais pedindo que os amigos compartilhe.

Ofereça ou encontre um lar provisório, onde ele possa ficar até sua adoção. Um lar provisório não é um lar ideal, pode ser qualquer cômodo da casa, onde o animal vai se recuperar. Se ele fosse para uma clínica, ficaria em uma gaiola – um banheiro já é melhor que uma gaiola, e é provisório.



2. Castre, vacine, vermifugue e identifique o animal

Essa é a principal forma de zelar corretamente e com amor pela vida dele.


3. Monte uma campanha

Use fotos, vídeos, fale sobre a personalidade do animal (incluindo dados como sexo, idade estimada etc.) e conte brevemente sua história. Envolva pessoas que gostem de animais e convoque-as para ajudar! Faça uma campanha de doação com todas as pessoas possíveis: amigos, parentes, vizinhos.

Coloque cartazes em pet shops, clínicas, padarias, mercados etc.

Divulgue por e-mail, mídias sociais como Facebook (em sua página pessoal e nos diversos grupos sobre animais), Instagram etc. Delegue funções: um ajuda com uma coisa, outro com outra. Divulgue em sites especializados em adoção de animais.

4. Vá a feiras de adoção

Levar em feiras de adoção é a forma mais rápida e eficaz de doar um animal. Entre em contato com os organizadores das feiras e peça para abrir um espaço para você levar o animal. Lembrando que, para isso, ele precisa estar castrado, vacinado e vermifugado!


5. Precisa de dinheiro para cuidar do animal?

Gere soluções: promova uma vaquinha entre amigos ou on-line (sites de financiamento coletivo); venda rifas; organize um evento beneficente como bazar, brechó, jantar, almoço, apresentação etc. Reveja seus gastos. Converse com todos os envolvidos explicando que se trata de uma ação social, parcele, troque serviços. 
Procure serviços sociais e gratuitos. 
Promova o coletivo, e verá que existe esperança. 
Barreiras existem e são superadas, algumas mais fáceis do que você pensa.


Importante:
Ao encontrar um candidato, procure conhecer seu perfil: se já teve animal(is), o que aconteceu com ele(s). Se ainda houver animal(is) na casa, informe-se se as vacinas estão em dia para que não haja transmissão de doenças; conheça o espaço onde a pessoa mora, entenda quais são suas intenções em relação ao animal, informe-a sobre guarda responsável (leia aqui);
Doe gatos somente para apartamentos telados;
Peça cópia de CPF, RG e comprovante de residência;
Entregue uma cópia do Art. 32 da Lei 9.605/98, que explica que maltratar animais é crime.
Faça a pessoa assinar um termo de responsabilidade.

Nenhum comentário