Noticias da Hora

Presidente da Caixa oficializa demissão em carta a Bolsonaro


O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, acabou de oficializar a demissão por meio de carta entregue ao presidente Jair Bolsonaro (PL), na tarde desta quarta-feira (29/6).

Guimarães é alvo de diversas denúncias de assédio sexual por servidoras da Caixa, reveladas pelo colunista Rodrigo Rangel, do Metrópoles. “É uma situação cruel, injusta, desigual e que será corrigida na hora certa com a força da verdade”, argumenta ele no documento.

Pedro Guimarães negou as denúncias, ressaltou conquistas durante sua gestão e disse prezar pela “garantia da igualdade de gêneros” e pela “liderança feminina em todos os níveis da empresa”.


Ele estava à frente do banco desde o início do governo Bolsonaro, em 2019. A investigação corre sob sigilo no Ministério Público Federal (MPF). Depois de as denúncias virem a público, a presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, também determinou que a corte fiscalize os mecanismos de “prevenção e combate” ao assédio existente na Caixa Econômica Federal.

Nenhum comentário