Noticias da Hora

AstraZeneca, Pfizer, CoronaVac: conheça os efeitos colaterais das vacinas

É importante saber que todas as vacinas podem causar efeitos colaterais, apesar de nem todas as pessoas os apresentarem

Nenhum remédio é isento de efeitos colaterais, o mesmo acontece com as vacinas. A vacina da BCG, por exemplo, aquela que tomamos quando crianças, deixa uma cicatriz característica no braço. A da febre amarela pode causar mal-estar fraqueza e dores musculares. No caso dos imunizantes contra a covid-19, esses efeitos indesejados também existem, porém, os eventuais riscos de eventos adversos graves são muito menores do que os da própria doença.

As reações às vacinas contra a covid-19 mais comuns, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBim), incluem dor ou sensibilidade e inchaço no local da injeção, além de febre baixa e dor no corpo.

Essas manifestações podem aparecer no momento da aplicação ou entre 24 e 48 horas depois, mas duram poucos dias.

Crédito: Rovena Rosa/Agência BrasilConheça os efeitos colaterais das vacinas contra a covid-19

Isso acontece porque é uma forma do corpo reagir contra a substância injetada, criando anticorpos contra ela. Os sintomas podem variar entre as pessoas, justamente, porque o corpo reage de modo diferente.

Veja abaixo as possíveis reações já advertidas nas bulas de cada vacina:
AstraZeneca

De acordo com a Fiocruz, em estudos clínicos com a vacina, a maioria dos efeitos colaterais foi de natureza leve a
moderada e resolvida dentro de poucos dias, com alguns ainda presentes uma semana após a vacinação.

Efeitos muito comuns (pode afetar mais de 1 em cada10 pessoas)
Sensibilidade, dor, sensação de calor, vermelhidão, coceira, inchaço ou hematoma (manchas roxas)
onde a injeção é administrada
Sensação de indisposição de forma geral
Sensação de cansaço (fadiga)
Calafrio ou sensação febril
Dor de cabeça
Enjoos (náusea)
Dor nas articulação ou dor muscular

Efeitos comuns (pode afetar até 1 em cada 10 pessoas)
Um caroço no local da injeção
Febre
Enjoos (vômitos)
Sintomas semelhantes aos de um resfriado como febre alta, dor de garganta, coriza (nariz escorrendo),
tosse e calafrios

Incomum (pode afetar até 1 em cada 100 pessoas)
Sensação de tontura
Diminuição do apetite
Dor abdominal
Linfonodos (ínguas) aumentados
Sudorese excessiva, coceira na pele ou erupção na pele
Pfizer

Crédito: DivulgaçãoPara que o esquema vacinal fique completo, é preciso receber duas doses da vacina da Pfizer

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Dor e inchaço no local de injeção
Cansaço
Dor de cabeça
Diarreia
Dor muscular
Dor nas articulações, calafrios e febre

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Vermelhidão no local de injeção
Náusea e vômito

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Aumento dos gânglios linfáticos (ou ínguas)
Reações de hipersensibilidade [por exemplo, erupção cutânea (lesão na pele), prurido (coceira), urticária (alergia da pele com forte coceira), angioedema (inchaço das partes mais profundas da pele ou da mucosa)]
Sensação de mal estar
Dor nos membros (braço)
Insônia
Prurido no local de injeção

Reação rara (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes)
Paralisa facial aguda

Desconhecida (não pode ser estimado a partir dos dados disponíveis)
Reação alérgica grave (anafilaxia)
CoronaVac

Crédito: Tânia Rêgo/Agência BrasilEstudo do Butantan e da USP comprova eficácia da CoronaVac contra as variantes em circulação no Brasil

Reação muito comum (pode ocorrer em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Dor no local da aplicação

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Dor nas articulações
Coceira
Coriza
Dor ao engolir
Congestão nasal
Coceira, vermelhidão, inchaço, endurecimento no local da aplicação
Enjoo
Diarreia
Dor muscular
Calafrios
Perda de apetite
Tosse
Cansaço
Febre

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)
Vômito
Dor abdominal inferior
Distensão abdominal
Tonturas
Tosse
Perda de apetite
Reação alérgica
Pressão arterial elevada
Hipersensibilidade alérgica ou imediata
Coloração anormal, coceira, vermelhidão, diminuição da sensibilidade e endurecimento no local da aplicação

Vale ressaltar que nenhuma vacina é 100% eficaz contra nenhuma doença. No caso das vacinas contra a covid-19, elas evitam a forma grave da doença, reduzindo as chances de hospitalização e morte.

Por isso, mesmo vacinadas, as pessoas precisam continuar seguindo as medidas de prevenção à covid-19, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização das mãos.

Nenhum comentário