Noticias da Hora

Médica que caiu do 5º andar de prédio acorda; delegada diz que memória está comprometida



No dia 20 de agosto completou um mês que o fato ocorreu




A médica Sáttia Lorena Aleixo, que caiu do quinto andar de um prédio localizado no bairro da Armação, acordou do coma e está consciente. As informações foram confirmadas ao CORREIO pela delegada Bianca Torres, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Brotas), nesta quinta-feira (20). Ela é responsável por investigar o caso.

No dia 20 de agosto completou o mês do caso, onde o namorado da jovem, o também médico Rodolfo Cordeiro Luca, chegou a ser preso por ser considerado suspeito de causa a queda de Sáttia, mas no momento está em liberdade.
Ao CORREIO, a delegada relatou que já ouviu a médica, mas que ela está com problemas de memória recente. "A vítima acordou, está consciente, mas em decorrência do trauma que ela sofreu, comprometeu a memória recente dela", explicou a delegada ao jornal.

O inquérito do caso ainda não foi concluído, mas a delegada já pediu prorrogação do mesmo por se tratar de um 'caso complexo'. Ela também aguarda os laudos produzidos pela Departamento de Polícia Técnica (DPT) a seu pedido.

"Aguardando laudo do local do crime, o apartamento, e também dos aparelhos celulares. Quando concluirmos, iremos encaminhar ao poder judiciário", disse a delegada.

Nenhum comentário