Noticias da Hora

Máscaras caseiras auxiliam no combate ao coronavírus; saiba como fazer a sua

Uso do equipamento diminui a chance de pessoas assintomáticas transmitirem a doença


É consenso entre os especialistas que o distanciamento e a higiene, como lavar as mãos, são fatores essenciais para combater a disseminação do novo coronavírus. Nos últimos dias, um novo aliado passou a ser recomendado pelas autoridades: a máscara.



O Governo da Bahia, por exemplo, lançou uma campanha intitulada #MáscaraParaTodos para incentivar o uso das máscaras pela população. Pesquisadores e médicos defendem essa opção especialmente por existir muitas pessoas assintomáticas, que podem transmitir o vírus sem saber que estão infectadas.
Foto: Rennan Calixto / GOV BA


Com a máscara, a chance de propagação diminui, de acordo com estudos. A máscara caseira, feita com tecido de algodão, reduziu até 78% a eliminação de microorganismos no ambiente, o que impede que partículas sejam transportadas pelo ar, além de limitar o contato das mãos com boca e nariz, que estarão cobertos.



Uso correto


Para evitar transmissão do vírus através da própria máscara, é necessário ter em mente o uso correto dela. Em primeiro lugar, a máscara é individual, não podendo ser compartilhada. Cada membro da família deverá ter sua própria máscara.



O modelo de pano deve ser utilizado por duas horas ou até ficar úmida. Se for passar mais tempo fora de casa, por exemplo, é importante levar outra máscara para fazer a substituição. Leve consigo uma sacola para guardar a máscara suja. Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água e sabão. Após secar, passe ferro quente.



Faça você mesmo


As máscaras caseiras de pano podem ser tão eficientes quanto as descartáveis, mas é preciso seguir algumas instruções. Confira como fazer:



1 – Separe os materiais (tecidos e elásticos) de acordo com o modelo de máscara de proteção desejada. Lembre-se que a máscara, para servir como barreira, precisa cobrir a boca e o nariz totalmente. Ela precisa ter duas camadas de pano ou ser dupla face.



2 – Dobre o tecido para dentro (cerca de 1cm), para formar pregas no lado mais curto do tecido. Utilize 3 dobras de cada lado.



3 – Costure as pregas diretamente para baixo e o forro deve ser costurado com o tecido, seguindo as mesmas dobras.



4 – Costure os elásticos na parte interna, nos dois lados, utilizando as extremidades do tecido.



5 – Dobre as extremidades da peça lateral e costure na máscara para que os elásticos fiquem firmes.



Profissionais de saúde


Para os profissionais de saúde, o uso das máscaras é imprescindível. Diante da demanda, o governador Rui Costa anunciou na última semana a compra de 1 milhão de máscaras do tipo N95 para serem distribuídas para esses profissionais.



A necessidade de máscaras em ambientes hospitalares também tem feito instituições se mobilizarem para a doação do item. O Senai Cimatec Park, por exemplo, produzindo 10 mil máscaras do tipo Face Shield para os hospitais da Bahia. A máscara Face Shield é um equipamento de proteção individual extremamente seguro, de dupla proteção, reutilizável, que evita o contato com gotículas, salivas e fluídos nasais que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos.



Além disso, mais de 5500 protetores faciais já foram impressos na Bahia para distribuição gratuita em diversos hospitais baianos, por uma rede de makers, profissionais que colocam a mão na massa para fazer por eles mesmos diversos equipamentos.



Os protetores já estão nas mãos de agentes de saúde de diversos hospitais do estado, como Couto Maia, Prado Valadares, Regional de Guanambi, Geral de Ipiaú e Geral de Vitória da Conquista.
Confira o passo a passo no vídeo abaixo:

Nenhum comentário