quinta-feira, 8 de março de 2018

Conheça os tipos de sangue e saiba quem é doador universal

Você já deve ter visto na televisão, lido nos jornais ou ouvido no rádio campanhas promovendo a doação de sangue

Resultado de imagem para doar sangue
Esse é um ato que pode salvar vidas. O recado serve para toda a população, mas há uma figura ainda mais especial nesse processo: o doador universal.

Doar sangue não prejudica o doador que se encaixa no grupo exigido pelo Ministério da Saúde.


Doar sangue é gesto nobre e que pode salvar muitas vidas.

O que é um doador universal

Todas as pessoas têm seu sangue dividido entre os antígenos A, B, O e AB. Cada um deles apresenta ainda outra característica, o Rh, que pode ser positivo ou negativo, representado pelos seus sinais matemáticos. Os tipos sanguíneos existentes são:



– A+

– A-

– B+

– B-

– O+

– O-

– AB+

– AB-



Doador universal é a pessoa que pode doar sangue para qualquer tipo sanguíneo. Seu papel como doador é mais importante do que o dos demais pela facilidade em se administrar o sangue de quem é compatível com todos os tipos.

O tipo sanguíneo considerado doador universal é o O-, que é compatível com todos os outros antígenos. É extremamente importante que eles doem sangue ao menos uma vez ao ano. Só assim hospitais e bancos de sangue podem ter o material à disposição quando houver necessidade.
O doador universal precisa ter consciência do quanto pode ajudar a população com o simples ato de compartilhar um pouco de si.

Assim como há um doador universal, existe um tipo sanguíneo que é receptor universal. O tipo AB+ pode receber sangue de qualquer um dos outros tipos, pois é compatível às características dos demais.




Por que doar sangue?

Qualquer pessoa que passa por um procedimento cirúrgico pode necessitar da transfusão de sangue. Quem sofre acidentes e traumas complexos também perde sangue e pode precisar repor esse fluído tão essencial à vida.

Ao doar sangue, você pode salvar vidas, ajudar quem necessita, promover a recuperação da saúde e, de um ponto de vista mais filosófico, compartilhar a esperança. É um ato social de cidadania e de consciência coletiva. Ao doar, você está ajudando alguém que pode ajudar você em um momento de necessidade.

Quem pode doar

Independente do seu tipo sanguíneo, confira as regras locais para quem pode doar sangue. De acordo com a Fundação Pró Sangue, da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo podem doar pessoas com idade entre 16 e 69 anos com boas condições de saúde e peso acima de 50kg.

Para doar, é preciso estar descansado, alimentado com comida não gordurosa e não ter ingerido bebidas alcoólicas nem fumado nas horas anteriores ao procedimento.

Homens podem doar sangue, inclusive no caso de doador universal, até quatro vezes ao ano, respeitando um intervalo de 60 dias entre uma doação e outra. Para mulheres, o intervalo deve ser de 90 dias, limitando a possibilidade de doação para três ao ano.

Fonte:  Redação Doutíssima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário