terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Homem morre após ser puxado por aparelho de ressonância magnética



Funcionários correram para tirar o corpo ferido da vítima de dentro da máquina e levá-lo para a emergência do hospital


Um homem, de 32 anos, morreu, neste sábado, após ser sugado por um aparelho de ressonância magnética num hospital em Mumbai, na Índia. O homem, identificado pela imprensa local como Rajesh Maruti, estava acompanhando a sogra da irmã no hospital municipal BYL Nair, quando ficou preso na máquina do exame enquanto segurava um tanque de oxigênio. Três pessoas foram presas após o incidente, incluindo um médico.


"A força magnética sugou-o para dentro da máquina. Não temos certeza de como ele chegou tão perto. Uma investigação está em andamento", disse Ramesh Bharmal, médico do BYL Nair. Segundo funcionários, o botão do tanque de oxigêncio se abriu quando Maru foi sugado para dentro da máquina de ressonância, fazendo com que o oxigênio vazasse. A família da vítima alegou que Maru estava segurando o tanque de oxigênio para a sogra da irmã, que estava com o exame marcado.
Um funcionário teria pedido que Maru entrasse na sala de exame com o tanque, segundo informou a rede de TV local "NDTV". Ainda de acordo com a família da vítima, o funcionário teria dito que a máquina estava desligada. "Assim que Rajesh entrou com o cilindro, percebeu-se que a máquina da ressonância estava ligada. Foi por causa da falta de cuidado de funcionários do hospital que Rajesh morreu.", disse Harish Solanki, um parente de Maru.

A mão de Maru ficou presa no aparelho de ressonância junto com o tanque de oxigênio. Solanki e outros funcionários do hospital correram para tirar o corpo ferido da vítima de dentro da máquina e levá-lo para a emergência do hospital, onde ele morreu 10 minutos depois, segundo relatos. Uma autópsia indicou que a morte de Maru foi causada por um colapso pulmonar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário