Noticias da Hora

Função do bigode de gato

Pode cortar o bigode do gato? Nãoooooo!

Para a surpresa de muita gente, o bigode de um felino apresenta várias características importantíssimas para o cotidiano do animal. É graças ao bigode, inclusive, que o seu bichano tem a capacidade de se equilibrar em prateleiras e perceber mudanças no ambiente mesmo no escuro ou a distância.


Pode cortar o bigode do gato? Nã-na-ni-na-não! Para a surpresa de muita gente, o bigode de um felino apresenta várias características importantíssimas para o cotidiano do animal. É graças ao bigode, inclusive, que o seu bichano tem a capacidade de se equilibrar em prateleiras e perceber mudanças no ambiente mesmo no escuro ou a distância. Entenda melhor como funciona essa parte do corpo indispensável para o bem-estar dos gatinhos!
Pra que serve o bigode de gato?

De uma coisa a gente pode ter certeza: a natureza foi bastante generosa com os felinos. Além de deixar os bichinhos mais charmosos, o bigode do gato também possui várias utilidades que tornam o dia a dia do pet mais fácil. Entre os benefícios proporcionados pelos fios, estão a melhora no equilíbrio do animal e uma ótima noção de espaço.

É possível observar que o comprimento do bigode, na maioria das vezes, corresponde à mesma extensão da parte mais larga do corpo do felino. Essa característica faz com que o animal tenha a capacidade de calcular distâncias e percursos com mais eficiência. Desta forma, o gatinho sabe exatamente por onde passar sem se machucar (ou entalar). É claro que, como sempre, existem exceções. No caso de um gato acima do peso, por exemplo, essa noção espacial pode ser prejudicada.

O bigode do gato também serve como uma antena para o bichinho. Os 24 fios, em média, formam um órgão tátil que vibra sob quaisquer alterações do ar no ambiente. Cada pelo localizado no focinho do bichano possui raízes profundas em uma área repleta de células sensoriais, possibilitando a percepção de informações como força e orientação do vento. Graças a essa habilidade, o felino não fica refém de outros sentidos, incluindo a visão e a audição, para caçar ou enfrentar possíveis ameaças.



Cortar o bigode do gato pode prejudicar sua noção de espaço e causar irritabilidade

O que acontece se cortar o bigode do gato?

Assim como um gato acima do peso pode ter seu equilíbrio e sua noção de espaço prejudicados pela ausência de um bigode proporcional, felinos com os fios aparados também sofrerão com o mesmo problema. Um gatinho com o bigode cortado, se sentirá perdido e desorientado. Os pelos do focinho do animal são essenciais para suas noções táteis e seu senso de estabilidade.

Não subestime as consequências de cortar os fios do bigode de um felino! Essa ideia pode ser muito mais perigosa do que você imagina. O pet pode acabar se machucando ao calcular mal um salto ou ficar preso em algum lugar por perder a noção do próprio tamanho. A atitude também pode provocar diversas consequências psicológicas no gatinho. Afinal, esse tipo de situação tende a causar sentimentos como frustração e irritabilidade no animal, que está acostumado a esbanjar agilidade em seus movimentos.

Da mesma forma que as pessoas precisam ter paciência e esperar o cabelo crescer após um corte infeliz, os gatinhos de bigode aparado também ficarão à mercê do tempo. As reações ao corte dos pelos são irremediáveis, portanto, a única maneira de reverter a situação é esperar que o bigode cresça e retorne ao seu tamanho original. Por isso, vale destacar: não apare os bigodes do bichano!
Bigode do gato e seus cuidados especiais. Saiba como preservar os fios do bichinho!

Mantenha sempre em mente a importância do bigode para o gatinho! Isso vai te ajudar a filtrar determinadas brincadeiras que possam incomodar o animal. O Patas da Casa entende a tentação de encostar no bigode do bichinho, porém, evite interagir demais com os fios do pet. Os pelos são bastante sensíveis e qualquer contato já pode ser sentido pelo gato.

Invista em comedouros e bebedouros rasos e largos. Desta forma, as chances de o gato encostar o bigode nesses objetos são bem menores! Você vai perceber como os felinos preferem esse tipo de acessório na hora das refeições. Também é imprescindível conservar a higiene e a nutrição do seu bichano, evitando a queda ou a quebra dos fios antes do período de troca.
Curiosidades sobre o bigode do gato: confira!
O “bigode” do gato não é exatamente um bigode: grande parte dos mamíferos possuem pelos prolongados localizados na cabeça, que recebem o nome científico de vibrissa. Nos gatos, eles são localizados, em parte, no focinho e são popularmente conhecidos como o bigode, mas nos humanos as vibrissas correspondem aos pelinhos do nariz.
Bigodes fracos podem ser sinal de doença: a queda precoce ou a quebra de pelos do bigode do gato são indícios de que algo não está certo. O problema pode estar sendo provocado por alguma deficiência nutricional ou outro tipo de disfunção. Não hesite em levar o animal ao veterinário!
Alguns gatos não têm bigode: os felinos da raça Sphynx, conhecidos pela ausência de pelagem ou presença de pelos menores, não apresentam bigode. Neste caso, os felinos têm outros artifícios para compensar a falta das vibrissas e manter o equilíbrio, como o corpo esguio e as orelhas compridas.

Fonte: patasdacasa.com.br

Nenhum comentário